quinta-feira, março 16, 2006

Campeões com estilo

O Clube Fluvial Vilacondense, colectividade voltada para a natação de competição com apenas 84 atletas federados em todos os escalões etários de ambos os sexos, não possui nos quadros o ensino da modalidade. Não obstante, colectivamente foi campeão nacional, título que perdeu esta época para o Algés, enquanto individualmente vários atletas fazem parte de diversas selecções nacionais. Tendo Adriano Niz como ponta-de-lança, junta-se agora Fábio Pereira, dois dos seis nadadores seleccionados para os Mundiais de Xangai.

António Paulo Vasconcelos é o responsável principal da equipa técnica que integra elementos que trabalham juntos há 15 anos. Tonas, como é conhecido na modalidade, garante: "Não há segredo no sucesso e os resultados que temos obtido ficam a dever-se não só à qualidade inata dos atletas, mas também à estabilidade do corpo técnico, que se conhece bem e exerce um trabalho sério e honesto." E acrescenta: "Pode fazer confusão a muita gente saber que o Fluvial Vilacondense não tem escolas de natação. O que não sabem é que temos um acordo com a Câmara Municipal de Vila do Conde, que se dedica exclusivamente a esse trabalho e nos vai indicando alunos que apresentam potencialidades para poderem vir a integrar o grupo de aperfeiçoamento e que depois são observados por nós." Mas este não é o único campo de recruta de futuros campeões.

Há ainda uma segunda opção. "Três vezes por ano - no Natal, na Páscoa e no fim de cada época - o Vilacondense organiza três jornadas de captação de jovens que frequentam diversas escolas de natação na nossa região." Mas como reforça o técnico António Vasconcelos, o segredo está sobretudo na forma como é orientado cada treino, em função das capacidades físicas e técnicas do nadador em causa. "Ou, se se quiser, de acordo com o estilo em que cada um se sente mais à vontade, ou tem mais vocação", conclui. (Ver reportagem completa / Recorte)
Texto em A Bola On-line de 16-03-2006

Etiquetas:

3 Comments:

Anonymous joão simões said...

parabens. de facto 1 historia de sucesso, mas como sustentam a competição sem o $ do ensino?

quinta-feira, março 16, 2006 12:00:00 da tarde  
Anonymous contazulejos said...

Ora aí está!
Até hoje só tinha ouvido criticas a este formato (escola municipal vs clube), mas parece que nalguns sitios isto da resultados...qual será o factor decisivo para que este modelo obtenha o sucesso registado em Vila de Conde.

quinta-feira, março 16, 2006 7:37:00 da tarde  
Blogger Beba Água said...

Aposto TUDO na competência técnica da Escola Municipal e na competência técnica do Clube!
O que se vê um pouco pelo país é um défice de competência técnica ou na Escola Municipal ou no Clube, e assim resultados positivos é impossível!

sexta-feira, março 17, 2006 10:07:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home