terça-feira, abril 03, 2007

Libby Lenton nada em 52.99

Na única jornada da 3ª edição do Duel in the Pool, que decorre em Syndey na Austrália entre as selecções da Austrália e Estados Unidos, Libby Lenton “estoirou” com o recorde dos 100L pertença de Britta Steffen com 53.30 desde o Europeu de Budapeste no Verão passado.

O novo máximo é agora de 52.99, melhor que os 53.40 que lhe deram o titulo mundial há uns dias atrás em Melbourne, mas ainda não está confirmada a homologação desta marca uma vez que Lenton nadou no 1º percurso de uma estafeta mista Australiana, lado a lado com Michael Phelps… Veremos o que diz a FINA. O que achas que devem fazer?

- Resultados / Fotos

Etiquetas: ,

24 Comments:

Anonymous contazulejos said...

Homologar sem duvida

terça-feira, abril 03, 2007 2:07:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

é óbvio que não homologam!

vai pairar como "melhor tempo mundial" como algumas marcas no passado.

durante alguns anos por causa do apartheid algumas marcas (jonty skinner) não foram homologadas apesar de todos saberem k seriam record do mundo...

terça-feira, abril 03, 2007 2:57:00 da tarde  
Anonymous Doctor House said...

Sou contra a homologação.
Desconheco as regras neste caso, mas, usando o bom senso, sou contra. Caso contrário, teriamos piscinas com separadores finos e lebres a nadar ao lado.

terça-feira, abril 03, 2007 3:05:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Fez o tempo não fez? é record

terça-feira, abril 03, 2007 3:05:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Simples: foi a mulher mais rápida de sempre a nadar os 100m livres, logo deve ser homologado...

terça-feira, abril 03, 2007 3:34:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Sendo uma prova de estafeta mista, todos estão em igualdade de circunstâncias...se não homologarem é uma vergonha! Quais os fundamentos para não valer? Bravo Libby!!!!

terça-feira, abril 03, 2007 3:55:00 da tarde  
Anonymous contazulejos said...

separadores finos é vantagem?humm só se "apanhares a onda de alguem" e não parece que tenha apanhado a onda do Phelps, logo passou a ser desvantagem.

terça-feira, abril 03, 2007 4:04:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Pensemos com a cabeça. o Phelps fez 47 e a libby Lenton quase 53. Ou seja apanhou quase 15 metros de atraso. Onde é que o Phelps "puxou" a rapariga? Outra coisa seria o Phelps ter feito 52.5 e aí sim poderia ter sido a "lebre", agora com tanto avanço não ajudou nada. talvez até tenha prejudicado com a onda que causava e que ía no sentido contrário ao da Libby Lenton

terça-feira, abril 03, 2007 4:19:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

A comparação com o Skinner não pode ser feita pelo facto do Skinner na altura, por motivos políticos é certo, não estar filiado na FINA enquanto que a Libby Lenton obviamente está

terça-feira, abril 03, 2007 4:26:00 da tarde  
Blogger Beba Água said...

Atenção que os regulamentos da FINA não prevêem provas mistas…

terça-feira, abril 03, 2007 4:39:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Como eu sempre digo a natação é um desporto lindo, porque tem um relógio, o que marcar o relógio é o que vale, claro que se quisermos podemos arranajr 1001 coisas e colocar em volta do relógio, mas no fim o que realmente conta é o tempo que fica no relógio.

terça-feira, abril 03, 2007 5:11:00 da tarde  
Anonymous VC22 said...

OK,

Aproveito para falar dos masters:

Nos Masters isto é possivel pois estão regulamentadas estafetas mistas (2 homens + 2 mulheres) sem ordem especificada. Isto de acordo com os regulamentos da FINA para Natação Master ( http://fina.org/rules/english/masters.php ).
Mas diga-se tambem que nestes apenas se menciona estafeta mista dos 200E (4x50E) e 200L (4x50L) logo só dava para os recordes dos 50L e 50C.

A ver vamos o que sucede

Em todo o caso o record cai o mais tardar nos JO (isto digo eu que ainda estou para fazer 59 em piscina de 50:)

terça-feira, abril 03, 2007 5:16:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Então também não vamos homologar tempos nas estafetas do meeting do estoril!

terça-feira, abril 03, 2007 5:30:00 da tarde  
Anonymous Cubano das travessias said...

Um swim off a 2 para acesso a uma final é a condição ideal para bater um record.

Com certeza que ela enfrentou tanta ou mais ondulação do que um swim off a 2 para o acesso a uma final.

Por isso as condições não foram a meu ver "vantajosas", pois o Phelps NÃO FOI NA MESMA PISTA QUE ELA A PUXAR.

Logo porque razão não deverá ser homolgado?

Bravo Libby!!!

terça-feira, abril 03, 2007 5:31:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

e por falar no meeting do estoril não é de esquecer que na época passada o recorde de 50 livres foi batido por uma nadadora do LSC e com todo o mérito

terça-feira, abril 03, 2007 5:51:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Se ela não valesse o tempo que fez, até podia ir com a maior pica do mundo que não batia o record. não há motivos para não homolgarem

terça-feira, abril 03, 2007 5:58:00 da tarde  
Anonymous underwater said...

Penso que o tempo deve ser homolgado, visto ter sido efectuado no primeiro percurso da estafeta, apesar dos regulamentos da FINA não considerarem estafetas mistas.

Parabéns Libby!

terça-feira, abril 03, 2007 7:22:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O tempo esta feito, por isso, deve ser considerado valido.

terça-feira, abril 03, 2007 7:32:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Libby Lenton foi espectacular a fazer 52.99 no 1º percurso e acho que deverá ser homologdo o recorde do mundo mas porque terá ela ido "tão devagar" na prova individual onde ganhou com apenas 54.08?
Espectacular foi também a superioridade dos USA sobre a Austrália que em 14 provas masculinas venceu 14 e em 14 femininas venceu 6

terça-feira, abril 03, 2007 8:09:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Homologar o record, bovio!

terça-feira, abril 03, 2007 9:09:00 da tarde  
Blogger António Bento said...

só pode ser homologado! os recordes mundiais em atletismo tb não caem com lebres na pista ou nas maratonas? alguém lhe deu o braço e a puxou? ou foi de barco a motor? ela levou barbatanas? foi limpinho, na chegada o relógio marcou o recorde mundial. Parabéns!
AB

quarta-feira, abril 04, 2007 8:01:00 da manhã  
Blogger António Bento said...

É obvio que deve ser homologado! Nas maratonas em estrada ou em provas de pista não há recordes mundiais com lebres a puxar? É que nem foi este o caso. Alguém lhe ia a puxar os braços? Ou num barco a motor? Ou ela levava barbatanas? O que sucedeu foi simples: foi a mais rápida de sempre, oficialmente cronometrada, numa piscina, numa prova de 100m, à chegada. Logo ... é recorde mundial! O resto são tecnocracias.
AB

quarta-feira, abril 04, 2007 8:09:00 da manhã  
Anonymous duartemendonca said...

Discussão interessante, esta...

As minhas opiniões:

- Tempo soberbo e inesperado, este!
- Não tirou qq benefício de ter nadado ao lado do Phelps. Qd mto só foi prejudicada.
- Mérito exclusivamente dela
- Em termos abstractos, lógico q o recorde deveria ser reconhecido
- Em termos concretos, julgo q não vai ser. Relembro q para evoluir uma porra dum fato de banho q já era igual à 40 anos, em Sidney 2000, qd foram homologados os fatos completos, a FINA teve quase 1 ano a arranjar confusão (noutras modalidades a evolução e actualização de equipamento permitido ocorre várias vezes por época). São uma cambada de velhos caquéticos e ultrapassados. Alguma vez vão passar por cima das suas regras, tb. elas c quase nenhumas alterações no último meio século?!

quarta-feira, abril 04, 2007 12:18:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Fez o tempo, não fez??Então é claro que deve ser homologado!!

quinta-feira, abril 05, 2007 10:00:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home