terça-feira, janeiro 24, 2017

Carta Aberta de Miguel Frischknecht

Na sequência da entrevista de Miguel Frischknecht publicada no Jornal A Bola de 16 de Janeiro, surgiu a necessidade por parte do Responsável Técnico do Sport Algés e Dafundo apresentar esclarecimentos e fundamentos para a sua tomada de posição em relação ao PAR2017/2020. Não percam a totalidade da Carta Aberta no link seguinte.

- Carta Aberta de Miguel Frischknecht

Etiquetas: ,

47 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Como é que é? Agora a federação tem que substituir os clubes? Pelos vistos, este senhor fica desagradado pelos seus nadadores representarem a seleção nacional! E quer que paguem aos treinadores para irem à seleção? Como é que é? Segundo sei têm algum dinheiro de bolso por dia nas deslocações internacionais e é um forte contributo para a formação de cada um. Este não quer. Felizmente há quem queira.Ou aliás quer, mas quer ser pago! Vai pintar macacos. Há 10 ou 20 anos devia receber muito dinheiro. Foi o irmão que começou com os convites para as seleções, exatamente para não ter que pagar, mas que seria uma mais valia para o treinador convidado estar presente nas ações da federação, estágios, competições ou outros. então as bolsas que a federação dá os atletas não fazem sentido!? que pergunte a quem as recebe e a outros que gostariam de receber. critica tanto a falta de apoio para poderem nadar e tomar decisões de se entregarem mais ao treino e depois acha que não deve haver bolsas!

muito triste este senhor e seus comparsas que lhe fizeram este trabalho com o único intuito de tentar criar confusão na natação. se fosse eu, deixava-o a falar sozinho.a ele e aos comparsas.

terça-feira, janeiro 24, 2017 8:40:00 da manhã  
Blogger Nelson Conceicao said...

Este comentário foi removido pelo autor.

terça-feira, janeiro 24, 2017 8:49:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

documento bem feito e factual. aposto que está a custar engolir para quem se sustenta na mentira e na propaganda mentirosa. Parabéns pela coragem.

terça-feira, janeiro 24, 2017 8:56:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

o senhor das 8.40 ao mostrar tanto fel aos clubes e defender (esta) federação só demonstra o calibre de dirigentes que (des)governa a nossa natação. gostei do documento.

terça-feira, janeiro 24, 2017 8:58:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Anónimo das 8:40,

Onde leu que as bolsas aos atletas não fazem sentido? Não me diga que este documento tem mais de 18 páginas e eu não sei.

Depois disto, vou gostar de ver a evolução dos nadadores da SAD nas seleções. É que na FPN não gostam de críticas!

Contraponham as 18 páginas com números! E se ficarem muito cansados, marquem uma massagem no parceiro dos cartões dos atletas...talvez dê para vocês também.

terça-feira, janeiro 24, 2017 9:13:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Todos conhecem e sentem esta dura realidade, poucos falam nela de forma frontal.
Espero que alerte algumas consciências dirigentes, nos Clubes, Associações e Federações.

Sinto-me triste quando vejo a FPN vangloriar-se quando os atletas brilham ao serviço da NOSSA seleção, sabendo nós que o trabalho é todo efectuado nos Clubes, excepção feita aos atletas do CAR.

terça-feira, janeiro 24, 2017 9:23:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

existe algum documento pubico que mostre de forma TRANSPARENTE quanto é que cada atleta e treinador recebeu em bolsas nos últimos anos?

terça-feira, janeiro 24, 2017 9:25:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

O assunto deste senhor não é com a fpn. O problema dele é pessoal e com o actual presidente da fpn. Para quem não sabe este senhor é familiar do antigo presidente da fpn. E facilmente se lhe segue o rasto das intenções. Facilmente se percebe quem o ajuda e o motiva nestas reflexões que não são mais que areia para os olhos dos mais desatentos. Este senhor que insinua intenções políticas aos actuais dirigentes da fpn é o mesmo que apoiou um candidato político nas últimas eleições. No meio de tanta mentira e falsas intenções há uma virtude. Esta guerra podre que já tem histórico mas redes sociais agora tem uma cara. Há mais mas essas ainda são envergonhadas e para só só escrevem texto e produzem quadros. A guerra já não é mais uma teoria de conspiração. Tem cara, tem cor e tem quartel. Como já alguém a aqui o fez, desafio os outros guerrilheiros a seguirem o exemplo deste mártir e saiam da toca. Querem debater sobre tretas que facilmente são desmontadas? Que assim seja mas agora que seja tudo às clara. Sem páginas nem perfis falsos nas redes sociais. Só mais uns pormenor. A actual direção foi eleita democraticamente. As contas e os orçamentos foram e estão aprovadas em assembleia e pela maioria dos delegados. As direcções tem autonomia operacional e funcional. Portugal viveu e tive um período de crise, conhecida por todos. Na sede da fpn não há um poço de petróleo. O pobre clube deste senhor, que tanto dinheiro gastou para participar num campeonatos fora da capital, teve dinheiro para realizar um estágio fora das suas instalações. A maioria dos clubes não tem condições financeiras para isso. Este senhor é técnico de um clube. A carta que escreve sob essa condição desautoriza e diminui a direção do seu clube e da sua associaçõ territorial. Esta carta não é técnica e política com um ataque pessoal ao presidente da nossa federação. Agradeço ao BA que publique este meu esclarecimento. Obrigado

terça-feira, janeiro 24, 2017 9:38:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

9.38,

o autor da carta aberta deu a cara pelos clubes e pela natação.

você, faz um ataque cobarde sob o anonimato. mais do mesmo.

de que tem medo afinal esta federação, o seu presidente e os que o defendem?



terça-feira, janeiro 24, 2017 10:10:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

a PIDE volta a entrar em acção!

terça-feira, janeiro 24, 2017 10:10:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

este Pais é assim, quem se assume e dá a cara leva na corneta.

parabéns pela coragem.

terça-feira, janeiro 24, 2017 11:32:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Parabéns ao autor, defende aquilo que os clubes e os agentes desportivos pensam.

Quando a FPN decidiu ir pela via de favorecimento a um amigo de um dito clube, deixou de sobrar para outras coisas.

terça-feira, janeiro 24, 2017 11:33:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Esta guerra podre que já tem histórico mas redes sociais agora tem uma cara. Há mais mas essas ainda são envergonhadas

Dá mas é TU a cara!


A carta está excelente e representa a actual situação dos clubes.

terça-feira, janeiro 24, 2017 11:45:00 da manhã  
Blogger Unknown said...

Aguardo o contraponto da FPN. Sem anonimatos.
Vasco Coelho

terça-feira, janeiro 24, 2017 12:01:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Boa carta aberta, bom conteúdo, mas vai cair em saco roto.

terça-feira, janeiro 24, 2017 12:29:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

portanto, sendo irmão do anterior Presidente não tem deireito a opinião?
LooooL

Dá-lhes Miguel, que pelo exemplar das 9.38, dá para ver a estirpe daquele pessoal.

terça-feira, janeiro 24, 2017 2:03:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

O histórico dos orçamentos, relatórios e contas, valores de financiamento do estado, não estão na carta? Porquê? Valores das bolsas? É isto que é ser sério?

terça-feira, janeiro 24, 2017 2:14:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Anónimo Terça feira, Janeiro 24 2017 8:40:00 da manhã e das 9:38:00 da manha
São a mesma pessoa, que mesmo de uma forma anónima, é fácil de identificar, pela forma como escreve, o seu rancor, a sua postura conflituosa como aqui e noutros sítios, o já demonstrou, os mesmos argumentos e outras atitudes que me escuso a mencionar. Só é pena, como aqui já foi dito, que não tenha tido a mesma atitude (não gosto da palavra coragem) da do Miguel Frischknecht, de dar a cara, identificando se, mas não, procurou o caminho mais fácil, o insulto e mais grave, a mentira. Haveria muito a dizer sobre a sua teoria da conspiração, mas julgo ser perca de tempo e o tempo na natação é muito importante, fica para quando se identificar, que eu prometo, também o fazer, não vejo problema nenhum (vai para 42 anos, que esse medo acabou). Mas não se preocupe, porque ninguém lhe vai tirar o lugar que agora ocupa, tente fazer o seu trabalho (não este, porque é sujo), em prol da natação, que pela sua experiência no passado, só temos a ganhar. E por ultimo, volte a ler a carta novamente, mas com outros olhos, olhos de quem quer mesmo contribuir, para uma natação melhor, vai ver que a carta, gostemos ou não de tudo o que lá está escrito, não tem nada daquilo que acusa....só tenho é pena, que não tenhamos mais Migueis Frischknecht.


terça-feira, janeiro 24, 2017 2:38:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Ser irmão do candidato derrotado mas eleições de 2012 não retira direito de opinião a ninguém. O constrangimento de ser irmão do antigo presidente da fpn é que não permitiu isenção nas análises ao desempenho da anterior direção. Ao assumir uma posição como técnico do Algés, e não em nome pessoal, é que deveria ser condição de maior rigor e não pretexto para levantar suspeitas. Quanto aos número apresentados... Em terra de cegos quem tem um olho é rei... A fpn que se divirta a desmontar o que aqui é apresentado, com intenção de fazer parecer o que não é.

terça-feira, janeiro 24, 2017 2:48:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

e já que se fala em estirpe, para quem tem dúvidas, aconselhamos o link em baixo:
http://www.rtp.pt/play/p2283/sexta-as-9


terça-feira, janeiro 24, 2017 3:10:00 da tarde  
Blogger Matteo Bergamo said...

As pessoas que lançam as pedras e escondem as mãos (anónimas meninas!) causam-me profunda urticária - Tenham coragem!
Que se faça um debate serio, credível e profissional acerca da natação portuguesa que está num estado lamentável!
Até lá, venham mais treinadores como este Miguel que do nada, sem apoio e sem esquemas de poder, agarrou numa equipa de 10 infantis e decidiu que seriam campeões de Portugal dez anos depois!
O resto é conversa de café....aos quais pelos vistos muitas destas pessoas estão mais habituadas! Matteo

terça-feira, janeiro 24, 2017 3:43:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

terça-feira, janeiro 24, 2017 2:38:00 da tarde

Já vês dois num!!! Eu sou o primeiro, se me disseres quem é o segundo, eu também te digo quem és. Saúde.

terça-feira, janeiro 24, 2017 5:18:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

terça-feira, janeiro 24, 2017 5:18:00 da tarde

És o chamado dois em um, ou seja na banda desenhada, eram o Tico e o Tareco.....

terça-feira, janeiro 24, 2017 6:02:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Eu sou o outro! Já somos dois! Mas somos muitos mais! E contigo quantos são? Eu não sei quem és mas também desconfio quem sejas. Não é difícil imaginar.

terça-feira, janeiro 24, 2017 6:05:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

terça feira, janeiro 24, 2017 5:18:00 da tarde

Parece quem vê dois em um, es tu! Mas parece que não! O que tu vês são fantasmas e antigos, que pelos vistos não conseguiste resolver, enquanto nadador, temos pena..... a psicologia trata desses casos

terça-feira, janeiro 24, 2017 6:08:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Chama o que quiseres que não é assim que vai argumentar nada. Quanto muito retiras mérito aos autores deste documento.

terça-feira, janeiro 24, 2017 6:14:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Temos mais Migueis, mas já estão reformados. Agora são só memória de um passado de troca tintas. Assunto para gozo de quem muda para o lado que mais lhe convém. Isso já era!

terça-feira, janeiro 24, 2017 6:22:00 da tarde  
Anonymous Alexandra jorge said...

Adoro ouvir estas acusações. Da me algum gozo, confesso. O Miguel deu a sua opinião que vale o que vale. Mas um pouco fora de timming. As eleições já foram. Este discurso faz sentido daqui a 4 anos. Tenta a presidência. Pode ser que tenhas sorte e dês continuidade á dinastia.

terça-feira, janeiro 24, 2017 9:58:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

parabéns e obrigado ao treinador do SAD

quarta-feira, janeiro 25, 2017 9:33:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Só autorizam mensagens de apoio? Já várias pessoas me comunicaram este cenário. Se é assim há que assumir posição publica ou desmascarar o adm deste blog

quarta-feira, janeiro 25, 2017 10:12:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Não tarda pela resposta

sexta-feira, janeiro 27, 2017 12:49:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Para saberem que "não tarda pela resposta" é porque a FPN vai retaliar como nos tempos da velha senhora, e os Pides continuam a fazer o seu trabalho.
Uma vergonha esta FPN.

sexta-feira, janeiro 27, 2017 7:47:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Medo??? Provas??? Há? Não há? Estado de direito! Obrigações! Consequências! Óbvio...

sábado, janeiro 28, 2017 12:39:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

FPN: "reposição da verdade factual"
A Federação Portuguesa de Natação enviou hoje uma circular (N. 03-17) às Associações Territoriais e Delegados da Assembleia Geral sobre o tema: Carta Aberta do Treinador Miguel Frischknecht.

segunda-feira, janeiro 30, 2017 5:40:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Que como e costume nao chegou aos Clubes.Deve ser uma carta semi-aberta, ou so aberta por alguns, pois os delegados dos Clubes por norma deixam de aparecer junto dos Clubes depois de eleitos. O ultimo da associacao regional nunca mais apareceu...

segunda-feira, janeiro 30, 2017 10:21:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Está no site da FPN
Eu sou capaz de me lembrar de um ex-atleta, que é delegado há vários anos, e deve ter menos presenças em AG que os dedos de uma mão. É o que dá ter delegados com a única causa, eleger presidentes. Perdem as eleições, ou os candidatos apoiados desistem, e já não há delegado para ninguém. São as causas "Pela Natação"!

segunda-feira, janeiro 30, 2017 11:55:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

queres que um Delegado te entregue um mail em mão? a Internet facilita a vidas ao mais sedentários :)

terça-feira, janeiro 31, 2017 7:43:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Quer se goste, quer não do Autor da Carta Aberta, temos de admitir que tem razão na maior parte das coisas que menciona e, demonstra-o com dados da própria FPN.

Nestes casos, quase sempre as Instituições visadas, atiram a lama para cima de outros, e, como não podia deixar de ser a FPN fez exactamente a mesma coisa:

"Os interlocutores da FPN são as Associações territoriais que desempenham um papel determinante na operacionalização da política desportiva definida"

Neste caso é pior ainda, ou seja, a FPN tem como interlocutores as Associações Territoriais, que são, elas próprias, o modelo último da desorganização e da desorientação, como é o caso, por exemplo, da ANL.

Uma Federação que não consegue manter as regras e normas da modalidade estáveis e bem definidas durante um Ciclo Olímpico, nunca pode estar isenta de críticas.

Alguém de lembra dos não menos famosos "mínimos B"?

A natação pura deve ser a única modalidade em que as regras aplicadas no Campeonato Nacional de Inverno podem não ser as aplicadas no Campeonato Nacional de Verão.

E quem é que se atreve a ir contra estes senhores? Se é tão difícil definir as regras da natação para 4 anos, imagino o que será contar o dinheiro.




quarta-feira, fevereiro 01, 2017 3:46:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Não sei se o que aqui é dito é verdadeiro ou se é mais uma inconsequência, fruto da falsa sensação de impunidade que o anonimato transmite. Uma coisa é certa, estas insinuações, ou afirmações, só vão acabar ou prosseguir quando alguém tiver a coragem de as assumir. Eu se estivesse na posse de informação sobre o que aqui se vaiinsinuandou daria a cara por elas. Assim como se fosse da fpn e tivesse razão para tal, iria até às últimas consequências nas responsabilidades dos denunciantes. Um coisa é certa, de um forma ou de outra isto vai ter que acabar. Digo eu que só vejo, e ao longe.

quarta-feira, fevereiro 01, 2017 4:42:00 da tarde  
Blogger Unknown said...

Bom, se colocar o nome no final de cada texto, já seria coerente com o que escreve. Até lá, é mais um.
Cumprimentos,
Vasco Coelho

quarta-feira, fevereiro 01, 2017 5:41:00 da tarde  
Blogger Alcoólico Anónimo said...

Sou um AA e recomendaram-me que beba água como uma comunidade de homens e mulheres que partilham entre si a sua experiência, força e esperança para resolverem os seus problemas comuns

quinta-feira, fevereiro 02, 2017 3:33:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

"Alguém de lembra dos não menos famosos "mínimos B"?"

A burrice tem limites. A FINA também não tem mínimos B? O que a FPN fez foi apertar os mínimos B da FINA, criando um tempo mínimo considerado pela direção técnica suficientemente exigente para no caso de serem chamados nadadores com mínimo B FINA, se restringisse a um nível que se considerava suficientemente credível, para que não acontecesse a "palhaçada" e o descrédito de 2012.

sábado, fevereiro 04, 2017 11:58:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

"O que a FPN fez foi apertar os mínimos B da FINA, criando um tempo mínimo considerado pela direção técnica suficientemente exigente para no caso de serem chamados nadadores com mínimo B FINA, se restringisse a um nível que se considerava suficientemente credível, para que não acontecesse a "palhaçada" e o descrédito de 2012."

Aqui o problema é mesmo a Direcção Técnica. Resolver "um descrédito" com 4 anos e na época seguinte "apertar mínimos" para o caso de ...????

E se o "para o caso de ..." não se verificar?
Voltam a mudar tudo para o caso de outra coisa qualquer que possa viri a acontecer?

Claro que sim! Ou não estivessemos a falar da FPN.

terça-feira, fevereiro 07, 2017 10:56:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Ao anónimo de SÁBADO, FEVEREIRO 04, 2017 11:58:00 DA MANHÃ

Porque não te calas?
Chega de dizeres coisas.

terça-feira, fevereiro 07, 2017 4:06:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Quando não há algumentos manda-se calar quem os têm? Muito bem!!!

terça-feira, fevereiro 07, 2017 8:15:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Argumentos?
Deixa de ser ridiculo.
Nem tu acreditas do que tens de escrever.

terça-feira, fevereiro 07, 2017 11:45:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Outro grande argumento, o insulto!

quarta-feira, fevereiro 08, 2017 12:45:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home