sábado, janeiro 21, 2006

Entrevista a Adriano Niz

Entrevista realizada pelo Beba Água (BA) no dia 20/01/2006 a Adriano Miguel Niz (AN). Esteve em destaque no mês de Dezembro nos Europeus de Trieste ao obter os seus primeiros 3 recordes nacionais absolutos. É nadador do Clube Fluvial Vilacondense, tem 19 anos, 1m83cm e 74kg. Estuda no 2º ano na Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade do Porto.

BA: Já conheces o blog há muito tempo?
AN: Conheço há umas semanas mas gostava de o ter conhecido há muito mais tempo porque é muito interessante.
BA: Como deste com isto?
AN: Foi através do meu treinador e de uns amigos que souberam dele e me disseram.
BA: Então agora espero que fiques fã e me ajudes a divulgá-lo...
AN: Sim. Agora admiro muito o vosso trabalho e divulgo-o a todas as pessoas que se interessam por natação porque este é um blog muito coerente e com muitas noticias internacionais, o que é muito bom.
BA: Então já viste que foste nomeado o nadador masculino do ano (59%) e que a tua prova dos 200L (1:46.25) foi considerada a performance do ano (58%). Como reages?
AN: Bem, que hei-de dizer... É uma satisfação muito grande e agradeço a todos que votaram em mim. Eu tento sempre dar o meu melhor independentemente das provas e lutar sempre até ao fim... e penso que essa regularidade foi considerada e por isso venci.
Em relação à melhor performance: estes tempos dos Europeus em Triste foram magníficos até superando mesmo o melhor que estava à espera. Sei que trabalhei bem ao longo deste inicio do ano e que tudo correu muito bem, só não pensava em vencer essa votação com tanta margem porque os outros atletas têm todos excelentes marcas de nível mundial. Mas fico muito feliz por esta “eleição” e agradeço a todos os que votaram. São estes pequenos incentivos que nos ajudam a continuar.
BA: Trieste foi mesmo o teu ponto alto do ano! Foram 3 recordes nacionais absolutos! Estavas à espera de bater estes recordes absolutos por tantos segundos?
AN: Estava com esperanças de bater os recordes. Isso não posso negar. Mas agora da forma que os bati é que foi um bocado inesperado. Acho que posso dizer que foi o ponto alto do ano. Não tinha nenhum recorde absoluto individual e ficar logo com 3 em provas diferentes não é fácil, ainda para mais com a diferença com que os bati. Foi sem duvida memorável.
BA: Em 2005 também estiveste no Mundial de Montreal, onde tiveste um desempenho muito mais discreto. Foi por ser em piscina longa ou por não teres aparecido na forma ideal?
AN: Eu melhorei a minha marca pessoal lá. Por isso não posso dizer que foi mau. Talvez não teve a qualidade de Trieste. Estava talvez em Montreal à espera de um pouco mais. Acho que para mim, a piscina curta me favorece muito mais mas isso não é desculpa e já nas próximas competições importantes de piscina longa vou tentar fazer marcas como as de Trieste.
BA: Já no final do ano a tua equipa (Vilacondense) perdeu o título obtido em 2004 para o Algés. Estavas à espera?
AN: Isso tirou-me um bocado da alegria que trouxe do Europeu. Tencionava vencer os nacionais de clubes depois do que fiz em Trieste, mas tenho de confessar que estava um bocado à espera de perde-lo devido aos reforços do Algés. Seria sempre muito difícil... mas como detentores do titulo que éramos, tinhamos essa esperança. Afinal é sempre a ultima coisa a perder. Sinceramente, para ganharmos, tinha que nos correr tudo bem e isso não aconteceu.
BA: Embora tenhas ganho as tuas 3 provas individuais acabaram por ficar em 3º. Deixou-te marcas ou deu-te ainda mais força para o resto da época e Campeonato de Equipas de 2006?
AN: Eu não podia falhar, tal como ninguém de meu clube podia, para tentarmos vencer. Fiz o meu melhor e cumpri. Sei que o colectivo tem qualidade para mais do que o 3º, mas não deu e as outras equipas também têm muita qualidade. Só tenho de dar os parabéns a quem venceu e isto servirá para a nossa equipa ter ainda mais força para lutar. Nós não desistimos com as derrotas, aprendemos com elas!
BA: Tudo bem, dás os Parabéns ao Algés, mas concordas com a sua política de contratações?
AN: Eles formaram a equipa estrategicamente para vencer e penso que isso teve um motivo, o de captar as atenções para o Algés de forma a conseguirem atrair nadadores para as camadas jovens, uma vez que se estava a perder um pouco. É certo que as contratações tornou-nos a vida muito mais difícil, mas nós temos que olhar para nós e não para os outros. Só tenho que dar os parabéns e continuar a lutar para os vencer na próxima.
BA: Mudarias de clube se te oferecessem uma proposta?
AN: Depende da proposta que fosse. Actualmente não mudaria porque o Vilacondense deu-me muito! E ainda me dá. Mas há propostas que são irrecusáveis e se tivesse uma dessas ainda ia pensar duas vezes e optaria pelo melhor para a minha vida futura sem querendo isso dizer que não adoro o Vilacondense e toda a sua equipa.
BA: Neste momento estás a nadar quantos quilómetros semanais?
AN: À volta de 45km.
BA: Quais os objectivos mais a curto prazo? Open de Portugal (P50) ou Mundiais de curta?
AN: As duas. São provas distintas, mas vou apostar mais nos mundiais. Mas também quero estar em boa forma nos nacionais porque são em piscina longa e será um teste á minha preparação.
BA: Podemos esperar recordes só nos mundiais de curta? Ou também no Open em longa?
AN: Tudo indicará mais para os mundiais porque os recordes também são meus. Mas no Open de Portugal quero ver se melhoro as minhas marcas e depois numa altura mais precisa tentar bater esses mesmos recordes.
BA: A médio prazo, aposto que sonhas em voltar a uns Jogos Olímpicos! Atenas deixou-te com vontade de voltar a uma olimpíada?
AN: Os jogos de Atenas foi um momento extremamente marcante, por isso é obvio que tenho desejo de repetir. Mas por agora quero melhorar as minhas marcas para me aproximar dos mínimos e mais perto dos JO lutar pelos tempos de admissão.
BA: Um caso curioso é o facto dos teus pais estarem sempre presentes nas competições. São os fãs n.1! Sabes que há atletas que não gostam dessa situação… Como é que tu reages?
AN: Eu adoro o apoio dos meus pais e de todos aqueles que gostam de mim. Penso que ouvir o nosso nome antes da competição é muito motivador e só nos orgulha do que somos. Eles são sem duvida dos meus maiores apoiantes e não os trocava por nada naqueles momentos em que estão nas bancadas. Tornam-nos mais confiantes e também é devido a eles que tenho todos estes resultados. Obrigado, Pai e Mãe.
BA: Eles também vão assistir ás provas no estrangeiro?
AN: Sim, sempre! Até hoje só faltaram aos Europeus de piscina curta no ano passado porque o meu pai tinha sido operado, de resto têm ido a todas as competições.
BA: Então Parabéns também para eles! Para terminar, queres acrescentar alguma coisa que me tenha escapado? Ou também deixar uma mensagem aos visitantes deste blog.
AN: Penso que não falta muito mais. Só quero agradecer a todos os que me apoiam e que torcem por mim em todos os momentos. É também para eles que eu luto todos os dias. Em relação ao blog só desejo que mantenham este excelente trabalho e que continuem a divulgar a natação em Portugal. Este é um espaço muito importante para todos que estão inseridos nesta modalidade, era algo que estava a faltar.
BA: Obrigado duas vezes. Uma pela entrevista e outra pelo teu apoio a este projecto.
AN: De nada. E obrigado nós (nadadores)!
Só mais uma coisinha, era também para dedicar as minhas vitorias à minha cunhada que me está farta de “chatear” e ainda à menina linda que ela pôs ao mundo que é minha sobrinha e afilhada!
BA: Dá-lhe forte nesses treinos e contínua a visitar/divulgar o blog.
AN: Obrigado e continuem assim. Adeus.

Etiquetas:

6 Comments:

Blogger Beba Água said...

A Melhor Performance de 2005?
Adriano Niz 200L 1:46.25 P25 Trieste 100 votos 58%
Fernando Costa 1500L 15:04.78 P25 Trieste 6 votos 3%
Tiago Venâncio 200L 1:49.98 P50 Budapeste 16 votos 9%
Duarte Mourão 100M 53.19 P25 Trieste 5 votos 3%
Diana Gomes 200B 2:29.51 P50 Budapeste 11 votos 6%
Fernando Costa 800L 8:06.98 P50 Montreal 1 votos 1%
Pedro Oliveira 200C 2:03.06 P50 Budapeste 10 votos 6%
Diana Gomes 100B 1:10.09 P50 Budapeste 24 votos 14%

sábado, janeiro 21, 2006 7:23:00 da tarde  
Anonymous Agostinho said...

Se houve algum nadador que sempre admirei, esse nadador foi o sr. adriano :)
Parabens e força po futuro.

sábado, janeiro 21, 2006 10:15:00 da tarde  
Anonymous contazulejos said...

Ya, o Niz e não esqueçam tb o Neiva...ja agora, a equipa toda pelo espirito, não deixando de parte o grande "Tonas"!

domingo, janeiro 22, 2006 10:44:00 da manhã  
Anonymous jorge real said...

muito fairplay e inteligência nas respostas a algumas perguntas "mázinhas".


parabéns

segunda-feira, janeiro 23, 2006 12:25:00 da tarde  
Anonymous Mano pedro said...

És o MAIOR continua assim, neste blog ficou bem explicito o teu valor, como nadador e pessoa.
Um abraço e fica bem...

segunda-feira, janeiro 23, 2006 1:08:00 da tarde  
Anonymous I said...

Não há palavras, é um orgulho haver pessoas assim com esta força de vontade em Portugal.
É um sonho concretizado ter ido estagiar a Faro e ver o Adriano, assim como a Diana Gomes, o Tiago Venâncio e tantos outros que se agarram aquilo que mais gostam de fazer.
Adriano admiro-te muito pela pessoa que és e dás-me muita motivação para querer ser melhor e trabalhar um pouco mais para tentar chegar ao topo.

terça-feira, julho 21, 2009 8:22:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home